Aizomê: gelatos artesanais em um dos melhores restaurantes japoneses de São Paulo

Hoje em dia São Paulo tem mais restaurante japonês do que pizzaria, mas quem gosta mesmo de gastronomia acaba evitando a maioria deles. Não é nem pelo fato da tradição culinária ser mudada por novos sabores (afinal, a maioria do que é servido em um rodízio paulistano tem muito pouco de japonês), mas muito pela falta de cuidado nas receitas, e principalmente na seleção dos ingredientes. Por isso mesmo que o Aizomê se destaca entre um dos melhores da cidade.

Para se servir muito a um preço acessível, o que vai para mesa é de baixa qualidade. E não tem outro jeito, a comida só vai ser tão boa quanto o seu ingrediente. Mas claro, temos maravilhosas exceções. Uma das melhores é o Aizomê. Localizado em uma discreta e charmosa casa dos jardins, lá você vai encontrar uma das melhores refeições de comida japonesa que São Paulo serve — e claro, se deliciar com gelatos artesanais de sobremesa.

A palavra “AIZOMÊ 藍染” faz referência a uma técnica milenar de tingimento com índigo, o popular blue jeans do ocidente. “No Japão ainda são preservadas as tradições dessa arte que dependem da natureza, do tempo e do esmero do mestre artesão. Esse toque humano e personalizado é incorporado ao espírito do restaurante e em sua equipe, do atendimento à comida”, conta a descrição no site do restaurante que já dá o tom à base do trabalho deles: “busca dos ingredientes do campo, do mar e dos pequenos produtores de seu círculo que também valorizam o artesanal e o diferenciado”. Isso se vê em cada prato dos menus de Telma Shiraishi — que mudam quase diariamente, fazendo você querer voltar sempre!

11219679_1023197567723843_8751220104753244908_n

Sorvete de matcha, shiratama dango, kuromame e kinako.

12108972_1019356894774577_6266223155369916345_n

Gelato de tofu, telhas de gergelim, casca de limão confitado e calda de shoyu e kuromitsu.

12072707_1017877841589149_2090049847767561388_n

Doce de kabocha, sembei e sorvete de gergelim preto.

12063391_1015654795144787_7117776183664079282_n

Melão, melancia, sorbet de limão siciliano com shiso e camomila.

Diferente da maioria dos restaurantes japoneses em São Paulo, inclusive os renomeados, Telma nunca serviu salmão, simplesmente para evitar a compra desse peixe que hoje é praticamente só achado em criadores, prática que não só altera o sabor, como a qualidade da posta. No lugar, além de ingredientes tradicionais japoneses que se encontram aqui, ela combina peixes e ingredientes locais.

A carta de sobremesas — quase toda com gelatos — é feita pela nossa Márcia Garbin (também chef da Gelato Boutique). As sobremesas conversam com o cardápio, combinando ingredientes tradicionais brasileiros, com aqueles próprios da culinária brasileira, como vocês podem ver nas fotos.

A casa fica na Alameda Fernão Cardim, 39, e funciona de Segunda à Sexta das 12:00 às 14:30 para almoço, e para jantar, das 18:30 às 23:00. Sábado ele é aberto apenas para jantar, das 18:30 às 23:00. Fechado domingos e feriados.