10 curiosidades sobre o sorvete no Brasil

A história do sorvete está cheia de curiosidades interessantes, e no Brasil não foi diferente:

1.  A primeira sorveteria do Brasil, foi no Rio de Janeiro, por causa da monarquia. ainda na monarquia. Para sanar a vontade da coroa portuguesa, em 1834, o navio americano Madagascar, trouxe de Boston cerca de 200 toneladas de gelo (não existia geladeira, né?). E no dia 23 de agosto de 1834, Lourenço Fallas inaugurou na corte duas casas que vendiam sorvetes e produtos gelados. O gelo foi envolto em serragem e enterrado em buracos – com a técnica, durou 5 meses.

2. O Imperador Dom Pedro II era fanático por sorvete de pitanga.

3. Dizem, no entanto, que preparações com gelo e frutas também existia no sul.

4. Como naquela época não havia como conservar o sorvete depois de pronto, as sorveterias anunciavam a hora certa de tomá-lo. Um anúncio colocado em 4 de janeiro de 1878 no jornal A Província de São Paulo dizia: “Sorvetes todos os dias às 15 horas, na Rua Direita nº 14″.

5. As mulheres até então eram proibidas de entrar em bares, cafés e confeitarias, mas pelo sorvete elas até quebravam o protocolo!

6. O sorvete começou a ser distribuído em escala industrial no país em 1941, pela U.S. Harkson do Brasil, a primeira indústria brasileira de sorvete que hoje é conhecida como Kibon. Seu primeiro lançamento em 1942 foi o Eski-bon, seguido pelo Chicabon.

7. O sorvete com sabores tropicais (manga, pitanga, jabuticaba, carambola, caju e coco) foram invenções genuinamente brasileiras.

8. Mas o sorvete não foi sucesso de imediato. Principalmente no interior do Brasil não se consumia muito, pios o sertanejo se recusava a tomá-lo, achando que o frio iria fazer mal desequilibrando o calor interno do corpo.

9. Hoje sorvete é bem mais popular, mas os brasileiros ainda associam ele a uma sobremesa de verão. Por isso ocupamos o 11º lugar no ranking de consumo mundial com 4,7 litros por habitante por ano — chegando a consumir até dez vezes menos sorvetes do que a fria Noruega. O país que mais toma sorvete no mundo é a Nova Zelândia: cada habitante saboreia em média 26,3 litros de sorvete por ano.

10. Em todo o mundo, vendem-se mais sorvetes aos domingos que em qualquer outro dia da semana.

Para saber de mais curiosidades sobre sorvete veja nosso artigo História do Sorvete.