Gelato World Tour – Gelato Challenge Brasil 2017

Pois é, parece que 2017 será um ano especial para o Brasil (pelo menos no que diz respeito ao mundo do gelato artesanal…). Ontem terminou a competição mais importante que tivemos a honra de hospedar em nossas terras, o Gelato Challenge Brasil.

Para quem não sabe do que eu estou falando, o Gelato Challenge acontece em várias cidades do mundo e busca os melhores sabores de gelato em cada continente. Os vencedores de cada etapa competem na grande final em Rimini, na Itália, chamada Gelato World Tour. Emocionante, não?

Estranhamente, esta busca dos melhores sabores do mundo nunca tinha passado pela América Latina, uma falta que eu já sinalizava há anos para a organização do concurso. Felizmente a Carpigiani do Brasil está trabalhando muito para levar a cultura do gelato artesanal em cada cantinho do nosso país e resolveu comprar essa briga também. Afinal, nosso país tem uma riqueza tão vasta de ingredientes e culturas que sem nenhuma dúvida merecia uma etapa do Gelato Challenge!

E que etapa foi essa!? Mais de 50 participantes entre as mais famosas gelaterias do Brasil e outras 30 e tantas inscrições que infelizmente não passaram pela seleção. O sucesso foi muito maior do que qualquer expectativa otimista poderia imaginar. Davide di Natale, diretor da Carpigiani no Brasil, conta que quando ele pediu que fosse feita uma etapa brasileira do concurso, a Itália perguntou se ele conseguiria garantir ao menos 12 participantes e nem ele tinha convicção de que isso seria possível.

Foi uma grande festa para os profissionais da nossa área, a troca de informações e contatos foi sem dúvidas a parte mais rica do evento. Eu nem imaginava que existiam tantos gelatieres pelo Brasil e o clima foi de muita camaradagem e profissionalismo, um orgulho. Ganhei até presentes de outros competidores, tamanha a gentileza e parceria do pessoal!

A variedade e originalidade de sabores não decepcionaram, tivemos até gelato de Pão de Queijo! Não faltaram produtos nacionais, dos mais conhecidos aos mais exóticos, você já ouviu falar em butiá, castanha de pequi, cupulate? Tudo bonito e delicioso, neste quesito também superamos todas as expectativas, até os italianos se surpreenderam.

IMG_3790

O júri técnico era do mais alto nível. Tivemos chefs do naipe de Salvatore Loi e Carole Crema, a jornalista Ailin Aleixo do maior blog gastronômico do Brasil, o Gastrolândia, a jornalista do caderno Paladar (Jornal Estado de São Paulo), Renata Mesquita, o confeiteiro especialista em concursos, Angelo Perrela e a professora do Senac, Vanessa Alves Vieira Taba.

18581557_463238850689354_8050482766505880139_n

Filipe Carniel (Mu Gelato, Florianópolis) com seu sabor Grandiflorum

E o vencedor? Como disse o diretor do Gelato World Tour, Achille Sassoli, que estava presente para garantir que tudo obedecesse os mais altos padrões italianos, o grande vencedor foi em primeiro lugar o gelato. Mas quem levou o troféu com seu especialíssimo gelato Grandiflorum, de Cupulate com Cupuaçu, foi o gelatiere Filipe Carniel, da MU Gelato, em Florianópolis. Será ele quem nos representará em setembro na final italiana, o Gelato World Tour, em Rimini. Nossos dedos já estão cruzados desde agora, in bocca al lupo, Filipe!

A importância destes concursos não pode ser subestimada, em todo o mundo são eles que desafiam e motivam os profissionais. Muitos de nós trabalhamos de maneira bastante solitária, é uma grande injeção de energia nos encontrar anualmente para ver o que os outros estão criando e as particularidades de cada região. O resultado disso tudo é que a cada ano a qualidade aumentará e tenho certeza de que veremos uma grande evolução e valorização do gelato brasileiro em pouco tempo.

Em outras áreas da gastronomia, o Brasil já começou a trilhar o difícil percurso dos concursos internacionais. Os chefs, Laurent Saudeau, Claude Troigross e Flávia Quaresma se dedicam com afinco no treinamento e valorização dos concorrentes brasileiros de cozinha e confeitaria. Aos poucos eles começam a colher os frutos de todo esse trabalho, como vimos no Bocuse d’Or e na Coupe du Monde de la Pâtisserie deste ano. Então agora é a nossa vez de começar a buscar títulos e melhorias para nossa profissão.

Em resumo, estou muito feliz com o evento que tivemos e já não vejo a hora de chegar o próximo. Descobri que tenho caros colegas espalhados pelo país, muito mais do que eu poderia imaginar, e já estou com uma longa lista de visitas para fazer. Desejo a todos muito sucesso e nos vemos novamente em 2018!

18519712_1213251272136448_1249668030979634943_n

Competidores do Gelato Challenge Brasil 2017