6 dicas para reconhecer um gelato artesanal

Antigamente era muito mais fácil, um pozzetto, por exemplo, era sinônimo de artesanal, pois significa um gelatiere buscava a temperatura ideal que um gelato artesanal deve ter, priorizando a qualidade do produto à chamar atenção na vitrine. Porém, uma vez que essa relação se estabeleceu, o pozzetto virou um artifício usado por produtores para quase que fingir ao público uma artesanalidade, e o que era simples ficou difícil.

copertina-lavezzi-vetrine_e_pozzetti
Gelateria com pozzeto

Falamos neste artigo sobre o que é um gelato artesanal, mas com o termo sendo usado tão livremente por marcas e gelaterias, e com os artifícios sendo usado para nos confundir, como saber se você está tomando um gelato 100% artesanal?

1. Lista de Ingredientes

a1df3062c31d3e184d8bb4dacd7976c6

O jeito mais fácil de saber se um gelato artesanal, são os ingredientes. Sim, a maioria das gelaterias não saem por aí anunciando seus ingredientes, mas é do direito de qualquer consumidor saber — e saiba que na Itália as gelaterias são obrigados a ter uma lista à mostra —, então, se você estiver curioso, teoricamente, bastaria perguntar.

2. Aparência

09c804adaf824e5d5e415982a8cb49e5Sabe aquelas lindas montanhas de gelato italiano que o pessoal tira as fotos nas viagens? Aquilo certamente não é artesanal. Apesar de terem mais ar na mistura, bases menos naturais possuem uma estrutura mais resistente, enquanto o gelato artesanal é mais sensível e por isso deve ser mantido a baixas temperaturas, e portanto não aguentaria ficar o dia todo em montanhas desenhadas de gelato. A maioria dos gelatos artesanais mesmo não ficam à mostra exatamente por esse fato – ficando embaixo do pozzetto, como falamos — e caso esteja à mostra ele não passará da cuba

17408093_10154348942184249_741886862_o
Gelato Boutique antes de ter pozzetto

Você também pode perceber esse tempo de derretimento no copinho, que não deve ser imediato, mas também não aguenta tanto quanto o sorvete que compramos no supermercado.

3. Consistência e cremosidade

db2906a3d3fbd304fd04483331146cf1

A consistência também é um indicativo. O Gelato de ingredientes naturais é famoso por sua cremosidade, mas estruturas absurdamente cremosas não são naturais.

Apesar de terem mais ar na mistura, bases menos naturais possuem uma estrutura mais resistente, o que é sensível ao paladar.

4. Cor

93979f45a3602693471d7f956255afda-1

Um pistache ou menta verde neon, ou um morango com cor de cereja certamente não vieram da natureza, isso é trabalho de corantes. A cor de um gelato artesanal não vai ser nem muito brilhante, nem muito opaca — mas novamente, a indústria também já se atentou a isso, e hoje há corantes artificiais com resultados mais “fiéis”.

5. Estação

14b136f82f38ec432f6ed49a69316527.jpg

Se a gelateria tem o ano inteiro os mesmos sabores, não será artesanal. Um sorvete artesanal, ou seja, que fica com boa qualidade sem aditivos, precisará de ingredientes de qualidade. Isso significa usar frutas frescas com todo seu potencial de sabor, e isso a gente consegue com frutas da estação.

6. Sabor

fa0a0b5f4b99605f0651a55cb28658f9

O ponto mais importante de um gelato artesanal e de qualidade (porque sim, existem gelatos artesanais, mas não bem feitos), será o sabor. Um gelato é um produto feito com poucos ingredientes, e por isso deverá ter o sabor deles. E no fim, a melhor qualidade de um bom gelato artesanal é seu sabor sem igual!

Essas dicas, como vocês podem ver não são preto no branco, pois a indústria se adequa às nossas expectativas, então é sempre justificado manter uma leve desconfiança. E a última dica é: coma bons sorvetes — quanto mais você educar seu paladar, mais você vai perceber as nuances.

Por Marcia Garbin

Deixe uma resposta